FYT-ID

logo2

CINQUENTA ANOS DE DOCÊNCIA: FATORES DE MUDANÇA E DIÁLOGOS INTERGERACIONAIS

Fifty Years of Teaching: factors of change and intergenerational dialogues

FYT-ID

(PTDC/CED-EDG/1039/2021)

No projeto FYT-ID considera-se que o estudo dos professores e do sistema educativo português nos últimos 50 anos possui relevância nacional e internacional para a elucidação de fatores endógenos e exógenos da inovação educativa e do desenvolvimento do diálogo entre diferentes gerações de professores. A educação foi um eixo central de desenvolvimento nos últimos 50 anos em Portugal e os professores foram essenciais neste trajeto ao longo do qual deram passos firmes na sedimentação do seu profissionalismo. Aqueles que começaram o exercício docente entre os anos 1970 e 1980 e que agora estão a chegar ao fim das suas carreiras têm consigo a história real da evolução de um sistema educativo e das suas peripécias; a memória das inovações e das reformas; um conhecimento da escola, da sua transformação e inércia, e das crianças e jovens nas suas diferentes gerações; e possuem, entre outros, um saber de dentro (nem sempre consciente) das dificuldades e oportunidades de melhoria. Toda esta riqueza de conhecimento vivido pode ser um contributo crucial para o estudo dos professores e da mudança educativa (social, curricular e política).

Por outro, o envelhecimento do corpo docente, associado à ausência da sua renovação e perda de atratividade da profissão], tem dificultado o convívio entre gerações de professores. O facto de nos próximos 10 anos cerca de 50% do corpo docente se ir reformar aumenta a necessidade de aprofundar o estudo sobre os processos de diálogo intergeracional.

Informado pelo desenvolvimento do profissionalismo dos professores e a valorização da profissão docente, este projeto tem o objetivo geral de criar resultados de investigação e dispositivos que deem conta de histórias de professores e suas variáveis cruciais para a mudança, e que promovam o diálogo entre antigos e novos professores e a sociedade. Tendo por pano de fundo as transformações das últimas décadas, o atual envelhecimento do corpo docente e as possibilidades abertas pela investigação biográfica para a compreensão dos processos históricos quotidianos, a formação e a comunicação com a sociedade, o estudo tem três eixos teóricos: construção do profissionalismo dos professores e da inovação educativa; rejuvenescimento do corpo docente e diálogo intergeracional; investigação-biográfico narrativa e criação de repositório aberto.

O projeto desenvolve-se em três etapas: 

– Recolha e análise de histórias de vida de professores que iniciaram a sua carreira entre 1973 e 1983; 

– Desenvolvimento e avaliação de projetos de formação inicial de professores inspirados pela investigação-ação promotores do diálogo intergeracional; 

– Criação de um Repositório aberto de Histórias de Ensino e Formação.

Projeto desenvolvido no âmbito do FYT-ID distinguido com Prémio Prática Pedagógica Inovadora

Diálogos Intergeracionais, Educação e Desafios das Sociedades Contemporâneas,  das docentes Amélia Lopes, Luciana Joana e Rita Tavares de Sousa, recebe prémio Prática Pedagógica Inovadora da Universidade do Porto.

LER MAIS

Evolução do projeto

jan. 2022

dez. 2024

Scroll to Top